Publicidade

Publicidade

30/03/2009 - 15:26

RSS + Twitter = FeedDemon 3

Compartilhe: Twitter

Nova versão do na área. O programa da já era um dos melhores leitores de RSS off-line disponíveis no mercado. Agora traz vários recursos interessantes para os usuários do Twitter:

• Criação de micro-URLs (sistema para encurtar os endereços dos sites),
• Suporte a avatares,
• Buscas nos posts,
• Alertas no desktop,
• Links automáticos para ter acesso a toda a sequência de uma determinada conversa (exemplo #magaiver) e
• envio de respostas (reply) direto do programa.

Se você não gosta da interface do Google Reader, o FeedDemon pode ser uma ótima opção. Você pode até mesmo integrar os dois ambientes, como ensina o .


(também da Newsgator) ¶

∞ (Vídeo – em português)

Autor: - Categoria(s): tecnologia Tags:
21/11/2008 - 12:42

Como dar conta dos seus feeds?

Compartilhe: Twitter


Canal de Eduardo Fernandes no Vimeo.

Você sofre da síndrome de culpa do RSS? O fenômeno acontece quando cadastramos mais feeds do que podemos ler e desenvolvemos uma contínua sensação de que perdemos algo. Em vez de encararmos o RSS como uma tecnologia criada para facilitar nossa relação com grandes quantidades de informação, passamos a usá-la como mais uma fonte de estresse. O vídeo mostra um jeito de resolver isso: contextualizar seus feeds. Confira.


Citados no programa

– cliente RSS de desktop para Windows.
– cliente RSS de desktop para Macintosh.
– cliente RSS on-line.
fala sobre organizar feeds de RSS.

Autor: - Categoria(s): ferramentas, gtd e produtividade, organização pessoal, tecnologia, vídeo Tags: , , ,
30/10/2008 - 14:01

Para onde vai seu tempo e atenção? Google Reader ajuda a responder

Compartilhe: Twitter

Tendências no Google Reader
Para ter acesso às suas estatísticas, basta clicar em “Trends” (ou tendências na versão em português).

Por mais que eu seja seletivo e assine poucos feeds de RSS, perco muito tempo processando informação repetida ou inútil. Assim, às vezes é importante parar para perguntar: afinal, quais fontes realmente atraem minha atenção?

O Google Reader que ajuda a medir nossos hábitos de dragagem de RSS. Cria gráficos que mostram quanto tempo gastamos em determinados feeds, com qual frequência os visitamos, entre outras informações.

Se você pensa seriamente em entrar numa dieta de informação para direcionar seu tempo e energia para outras prioridades, as estatísticas do são um ótimo começo. Baseado nos dados da sua conta, você pode cortar os feeds que quase nunca lê. Afinal, eles atrapalham, criando uma sensação de que há pouco tempo para dar conta de tanta informação.

Google Trends no GReader

Ao analisar os gráficos, você pode ficar surpreso ao notar o quão rapidamente mudamos de sites. Dragamos informação, escaneamos partes do texto e tomamos decisões muito rápidas (lincar, comentar, criticar, abandonar). Muitas vezes sem saber exatamente qual é o assunto do post.

Esse é um hábito perigoso. Nos acostuma a acreditar que lemos textos, quando apenas pulamos de título em título superficialmente. Aos poucos, ficamos ansiosos, impacientes e perdemos o hábito da leitura concentrada e sistemática.

A não ser que você seja um , é sempre bom filtrar suas fontes de informação periodicamente. Pelo menos para não se tornar uma vaca louca do processamento de títulos.

Autor: - Categoria(s): organização pessoal, tecnologia Tags: , ,
Voltar ao topo