Publicidade

Publicidade

Arquivo de fevereiro, 2008

28/02/2008 - 14:09

Novo WordPress deve ser lançado em março

Compartilhe: Twitter

wordpress

Melhor notícia do dia para os blogueiros: o turbinado WordPress 2.5 deve ser lançado em duas semanas. Data oficial: 10 de março, segundo o Blog Herald.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:
28/02/2008 - 11:11

Como tirar o fundo de imagens sem usar o Photoshop

Compartilhe: Twitter

bg

Ainda na campanha “como se livrar da dependência do Photoshop”, o Digital Inspiration mostra como tirar backgrounds de imagens no programa de edição online Fotoflexer. Basta selecionar a ferramenta Smart Scissors, que funciona de modo bem parecido com os paths do Photoshop. Detalhe: nem tente usar esse tipo de aplicativos se faltar paciência, tempo e banda larga. Trabalhar com imagens online pode ser uma experiência beeeem lenta.

Mais
Google quer Photoshop no Linux

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:
28/02/2008 - 10:02

Como compartilhar apresentações na web

Compartilhe: Twitter

Slide Share é o YouTube do Power Point, se é que você me entende. Um site só para compartilhar apresentações e slides (como o exemplo acima, sobre internet em celulares). Você pode ver, baixar e inserir palestras e seminários em blogs e websites. Melhor ainda: é possível criar comunidades e canais para temas específicos e assiná-los via RSS. A maioria dos trabalhos está em inglês, mas você pode postar e trocar arquivos em qualquer língua.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:
27/02/2008 - 22:26

Adobe entra na era do webdesktop

Compartilhe: Twitter

air

O AIR, da Adobe, acaba de sair do beta. O programa integra softwares online com o ambiente de desktop. Mais ou menos como o Prism, porém menos flexível. Enquanto o aplicativo da Mozilla cria atalhos para qualquer site, o AIR traz uma lista de pequenos programas que realizam tarefas bem específicas. Quais? Confira:

Spaz – Cliente para postar no Twitter e ler as atualizações dos seus amigos sem precisar acessar o site.

Flickr Flipper – Faz buscas por imagens nos bancos de dados do Flickr, direto do desktop.

Sundial – Aplicativo de produtividade pessoal, que ajuda a agendar compromissos no trabalho e ter uma visão mais clara de como você gasta seu tempo.

My Stylez – Editor de perfil do MySpace.

NetBook – Leitor de ebooks e audiobooks.

Marketplace Office – Leitor offline para o site de estatísticas Google Analytics. Recebe e exibe informações sobre o comportamento dos visitantes do seu site ou blog.

Mais aplicativos aqui.
Vídeo: o que é webdesktop?

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:
27/02/2008 - 14:49

Não quer ouvir? Não pergunte

Compartilhe: Twitter

Não peça conselhos quando, na verdade, quer que concordem com você. Se tem um objetivo ou sonho, seu subconsciente já tomou a decisão. Nessa situação, pedir conselho só vai dificultar sua ação de dar o passo seguinte.
Scott H. Young.

Eu acrescentaria que, geralmente, nessas horas estamos procurando apenas aceitação ou algum tipo de garantia externa de que nossas idéias são corretas. Temos medo de assumir os riscos do que pensamos.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:
26/02/2008 - 22:28

Os 7 bugs da memória

Compartilhe: Twitter

A memória é um dos principais fatores que ajuda a definir nossas personalidades. A cada segundo, reorganizamos as lembranças de onde viemos, como reagimos às pessoas, quais são os nossos objetivos, medos e expectativas. Por mais importante que seja, a memória é um dos elementos mais instáveis e sujeitos a erros. O professor Daniel L. Schacter, da Universidade de Harvard, lançou, em 1999, um livro que apontava o que ele chamava de 7 pecados da memória:

1. Mutabilidade
2. Falta de atenção
3. Bloqueio
4. Falha de atribuição – quando, por exemplo, ligamos o nome à pessoa errada.
5. Sugestibilidade
6. Parcialidade
7. Persistência

Ao acordar, parece que automaticamente nos lembramos de “quem somos”. Mas isso é uma ilusão. Passamos a vida toda nos reinventando e / ou tentando confirmar vagas lembranças mutantes da nossa história e personalidade. Muitas vezes as pontas continuam soltas, porque, na verdade, nunca estiveram atadas.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:
26/02/2008 - 10:47

Nostalgia é uma boa diversão. Mas não dura

Compartilhe: Twitter

“A novidade nunca é boa como aquilo a que estávamos acostumados. Pelo menos por enquanto. Em breve, as coisas novas serão melhores do que as antigas serão. Mas se esperar até isso acontecer, vai ser tarde demais. Sinta-se livre para ser nostálgico, mas não se engane acreditando que as coisas antigas sobreviverão. Não vão.”

O marketeiro Seth Godin, falando sobre a indústria musical.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:
25/02/2008 - 20:03

Produtos gratuitos são o futuro dos negócios

Compartilhe: Twitter

chris anderson
O homem da Cauda Longa, Chris Anderson.

O editor chefe da Wired, Chris Anderson, ataca novamente. Depois do seu já clássico livro The Long Tail (A Cauda Longa), ele volta a tentar sistematizar as tendências de mercado que vêm surgindo com o desenvolvimento da internet. Desta vez, a ação é mais divertida. Ele escreveu um longo artigo na revista chamado “Free! Why $0.00 Is the Future of Business” (De graça! Por que R$ 0.00 é o futuro dos negócios).

O material vai sair em breve em livro. E, como não poderia deixar de ser, vai ter uma versão gratuita, disponível na web. Se você mora nos EUA, pode pedir uma cópia da própria Wired de graça, ou ler o artigo completo no site. Se não está com saco para conhecer todo o debate, pode ler um resumo publicado no blog da Gwalker Media. Se já leu, pode acompanhar a discussão sobre o texto no blog de Anderson.

Uma das teses do jornalista é que arranjamos outras estratégias para fazer dinheiro, além de vender produtos. Já que os custos de produção e distribuição estão caindo, graças aos métodos de produção digital, cada vez mais está intolerável pagar por coisas que podemos conseguir de graça. Barato já é caro. O que pode nos inspirar a gastar dinheiro hoje é: reputação e sentimento de exclusividade (exemplo: um disco autografado, com tiragem limitada).

Vale conferir a versão completa. E gratuita.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:
22/02/2008 - 23:23

Como lidar com a agitação mental

Compartilhe: Twitter

Um dos maiores problemas de quem lida com informação, ou com ambientes muito caóticos – bolsa de valores, suporte técnico, jornalismo, telemarketing, entre outros – é que, depois de um dia intenso, ou de uma situação estressante, a mente tende a ficar agitada, inquieta, incapaz de relaxar e descansar. Por mais que a pessoa tente, não consegue se desligar do trabalho ou parar de pensar num determinado problema.

Quando isso acontece, há quem apele para calmantes, cigarros, cerveja, drogas, chás, conversas com amigos e distrações em geral. Outros simplesmente continuam com a cabeça quente por horas seguidas, podendo até desenvolver doenças.

De modo geral, superestimamos a agitação mental. Damos realidade demais a ela. Achamos que ela significa criatividade e dinamismo ou que é um problema muito sério, do qual devemos fugir imediatamente.

Mas, na prática, nem sempre uma pessoa “elétrica” tem boas idéias. E os momentos de ansiedade e nervosismo sempre passam, por pior que pareçam. O que nos impede de relaxar é exatamente a rejeição ou o apego que temos à agitação.

Quando você desenvolve o hábito de investigar seus próprios pensamentos, aos poucos percebe que eles são muito impermanentes e engraçados. Você está muito mal, de repente um cheiro muda tudo. O que era divertido ontem pode soar chato hoje. Às vezes nem mesmo sabemos como chegamos a determinado assunto.

O combustível de qualquer pensamento – triste ou alegre – é a atenção que lhe damos. Imagine que um carro esteja passando na rua agora. Que importância você dá para isso? Provavelmente, nenhuma. Assim, embora seu cérebro detecte o ruído do motor, você não se concentra no assunto, não lhe dá realidade ou significado. Porém, pode acompanhar mentalmente o carro, tentar advinhar qual é o seu destino, modelo etc. Pode até mesmo imaginar que roubaram o seu e sofrer com isso.

O mesmo acontece com a agitação. Quanto mais você se concentra nela, mais fica real, mais tempo dura. E se você tentar esquecê-la à força, pior ainda. Ambas saídas dão realidade ao pensamento. Para lidar com isso, é preciso desenvolver uma espécie de paciência em relação à sua própria mente. Não se envolva demais. Não reaja. Pare e observe, sem apego ou rejeição.

Espere passar. Mas não marque horário. Pode ser rápido, pode demorar. Simplesmente não acredite demais no pensamento. Ele é um processo químico dinâmico no cérebro /corpo. Estão acontecendo vários outros enquanto você lê este texto. Muitos mais surgirão.

Não idealize que um dia terá uma mente extremamente pacífica e bucólica. Se tiver, ok. Se não tiver, ok. Apenas continue a fazer o que precisa fazer. Siga em frente. Não importa o que aconteça. Bom ou ruim, não vai durar para sempre.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:
21/02/2008 - 21:05

Como decorar a sala sem quebrar a conta bancária

Compartilhe: Twitter

Da série gosto para tudo: homem vai à bancarrota tentando decorar a casa igual aos cenários da série Jornada nas Estrelas.

Dizem que a decoração de uma casa reflete a personalidade do dono. Espero que não, porque eu seria considerado um perfeito tosco. Mas, enfim, móveis são caros, serviços de decoradores mais ainda. Às vezes, pode ser divertido bancar o prendado e iniciar uma reforma no seu espaço. Se você está com todo esse entusiasmo, pode começar:

1. Reciclando computadores e componentes antigos, transformando-os em quadros e até vasos. Há quem use placas-mãe de PCs para fazer painéis.
2. Transformando cabos e conectores em móbiles.
3. Simulando a aparência de um desktop na parede.
4. Visitando a área de decoração geek do site Instructables.
5. Usando as dicas da DiY Network, site completamente voltado aos projetos “faça-você-mesmo”.
6. Fazendo esculturas com iPods.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:
21/02/2008 - 19:49

Como enganar os robôs de spam

Compartilhe: Twitter

spambot

Talvez você já tenha ouvido falar dos spam bots. São aplicativos que vasculham os textos dos sites para encontrar e-mails e cadastrá-los para receber spam. Muita gente escreve seu endereço ingenuamente em qualquer espaço da web e depois começa a receber as tradicionais mensagens de “enlarge your penis” – que, manjadas nos antispams, estão mudando para coisas mais burocráticas como “potencialize as dimensões do seu membro”.

Para evitar o transtorno, alguns webmasters usam um pequeno (ooops) truque: escrevem coisas estranhas como bemdotado[arroba]itu[ponto]com[ponto]br. E alguns usuários menos menos experientes se confundem.

Mas os spam bots só conseguem ler textos. Se você usar uma imagem, pode publicar seu e-mail à vontade. O problema é ter que abrir um programa de edição de imagens, digitar o endereço, salvar o arquivo e subir via FTP. Só de descrever, já dá preguiça.

Para resolver esse dilema, surgiu o Spam Proof eMail Generator. Ele automatiza quase todo esse processo e depois gera um código, que você insere no seu site. Pronto, seu e-mail aparecerá mais ou menos assim:

E adeus robôs inconvenientes. Vão vigiar o sexo de outra pessoa.

Via Makeuseof

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:
20/02/2008 - 12:30

John Lyndon ajuda a lidar com a raiva no local de trabalho

Compartilhe: Twitter

lyndon
John Lyndon, do PIL: “raiva é uma energia”.

O que o ex-Sex Pistols e ex-PIL, John Lyndon, pode entender sobre gerenciar a raiva no ambiente de trabalho? Confira em Rádio Magaiver.


powered by ODEO

Baixe o programa
Insira no seu blog ou site
Assine no iTunes
Episódios anteriores

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:
19/02/2008 - 23:23

Problemas nos comentários do Magaiver

Compartilhe: Twitter

Muitos de vocês estão relatando por e-mail dois problemas no blog: lentidão para carregar e que os comentários não funcionam. Peço um pouco de paciência. O pessoal do iG vai entrar em campo para resolver os assuntos. Também estou planejando uma reforma geral no site. Aguarde novidades.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:
19/02/2008 - 23:05

Google quer Photoshop rodando no Linux

Compartilhe: Twitter

linux
Photoshop, livre e feliz, rodando num Linux.

Há muitas pessoas que dizem não se arriscar a usar o Linux por um simples motivo: ele não roda Photoshop. Agora esse obstáculo foi removido. Com a ajuda de ninguém menos que o Google. O blog Compiler, da Wired, informa que:

A companhia confirmou que contratou a equipe Code Weavers para desenvolver melhorias específicas no Wine – software que permite rodar aplicativos de Windows no Linux – para que possa suportar o Photoshop CS e CS2. O Google ainda colocou um grupo dos seus próprios funcionários para corrigir centenas de patches do aplicativo, para liberar também o uso do Flash.

Não acredita? Confira um review do Photoshop no Linux, via Crossover Office. Pouca gente sabe, mas não é tão novidade assim a notícia de que o editor de imagens mais popular do mercado se dá razoavelmente bem com o software livre. Mas com a intervenção do Google, tudo pode se acelerar.

Ainda não está feliz com a notícia? Então deixe logo seu Linux com cara de Mac OSX Leopard.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:
18/02/2008 - 22:25

Depois do spam, vem aí o slurp

Compartilhe: Twitter

As dicas de gerenciamento de e-mails sempre tentam organizar a caixa de entrada. Mas e a de saída? Se as mensagens indesejadas ficaram conhecidas como spams, as incovenientes que nós mesmos mandamos começam a ser chamadas de slurps. O termo lembra o jeito pegajoso, exagerado, ruidoso, folgado e vergonhoso que alguns desses e-mails possuem. Quer saber mais? Ouça na Rádio Magaiver, episódio 15, segunda temporada.


powered by ODEO

Baixe o programa
Assine no iTunes
Ouça os episódios anteriores
Insira no seu site ou blog

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:
18/02/2008 - 15:50

Como NÃO usar o Power Point

Compartilhe: Twitter

O vídeo está em inglês. Mas é fácil de pegar o sentido, caso você não fale a língua.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:
18/02/2008 - 14:58

Um Orkut para ajudar a consertar computadores

Compartilhe: Twitter

minute

As pessoas que lidam com computadores são constantemente assediadas. Você vai a um churrasco e, de repente, está reinstalando um Windows. Vai a um batizado e tem que passar antivírus no padre. Vai ao motel e precisa configurar o aplicativo que regula a hidromassagem.

Na cabeça dos leigos, você é capaz de entender tudo sobre hardware e software. Não importa procedência ou religião. Você simplesmente “manja de computadores”. Há quem se irrite com essa constante popularidade. Mas muitos gostam de ajudar – alguns até para fazer certo exibicionismo.

Agora você pode abrir o seu core duo no Minute Fix, uma espécie de Orkut dos consertadores de micros. É mais uma rede social (socorro). Mas só para resolver problemas técnicos. O site pretende ser mais amigável do que velhos fóruns – onde se reúnem os que gostam de compartilhar conhecimento de TI via web, desde que a internet era movida à lenha.

O serviço ainda está em versão beta e é preciso pedir um convite para participar. Mesmo assim, vale a pena ficar de olho. Pelo menos até que inventem um Geek Squad que atenda – a um bom preço e a domicílio – todas as emergências da relação com computadores.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:
14/02/2008 - 16:38

Novo WordPress realiza alguns sonhos dos blogueiros

Compartilhe: Twitter

wp
WordPress 2.5 em ação: desenvolvedores prometem que você poderá postar imagens, vídeos e áudio com um só clique.

Se você é blogueiro, já deve saber que a nova versão (2.5) do mais popular sistema de blogs da internet, o WordPress, está prestes a sair. Mas talvez não teve a oportunidade de testá-lo pessoalmente. Agora pode fazer isso. Um dos desenvolvedores do aplicativo liberou um demo online para que qualquer um possa experimentar. Desde que você tenha esses dados, claro:

user: admin
senha: demo

As novidades vão além da reorganização visual do painel de controle. Na versão final, você poderá inserir áudio, vídeo e imagens direto da ferramenta de postar textos, como já é possível fazer no Tumblr, sem precisar de nenhum plugin adicional. Ainda não funciona no demo, mas já indica uma preocupação em facilitar as coisas para o usuário.

Outro pedido antigo da blogosfera que deve ser atendido é a criação de um sistema nativo e simples para importar e publicar arquivos xml. Ou seja: você pode inserir automaticamente conteúdo de outros sites, como atualizações do Twitter etc. Tudo sem precisar mexer no código do WordPress ou do seu template (e esse é outro recurso que o Tumblr já tem faz tempo).

Drupal 6.0: ainda mais opções

Outro sistema de blog / gerenciador de conteúdo poderoso que recebeu uma atualização recente foi o Drupal, aplicativo por trás do 43folders ou The Onion. Ele continua sendo bem menos amigável que o WordPress, mas é um dos mais rápidos e seguros da área.

A nova versão tem mais possibilidades de personalização do visual e da interação com o visitante. O problema é que, no painel de controle, boa parte dessas funções ainda usa uma linguagem técnica que afasta usuários com menor conhecimento a respeito de banco de dados e da própria terminologia do Drupal. Mesmo assim, não decepciona quem estiver disposto a gastar um pouco mais de tempo e paciência na configuração do site.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:
13/02/2008 - 10:00

10 jeitos de tirar vantagem de uma demissão

Compartilhe: Twitter

Demissão é um processo doloroso. Além da falta de dinheiro, suscita um gosto de fracasso e rejeição etc. etc. etc. Essa parte todos sabemos. Mas, depois que a poeira baixa, podemos perceber que:

1. A demissão pode nos libertar de acordos mal-cumpridos, de descasos mútuos suportados educadamente e de trabalhos que já não agüentávamos. Pode nos obrigar a uma correção de curso necessária, mas que demoraríamos muito a fazer “pacificamente”.

2. Nos força a repensar custos e simplificar a vida. Podemos decidir deixar de ser escravos de despesas inúteis e aprender a usar recursos de maneira inteligente.

3. Nos dá tempo para planejar novos projetos e objetivos. Ou no mínimo nos desintoxica da rotina e faz surgir novos hábitos.

4. Nos liberta de disputas inúteis conosco. Quantas vezes nos mantemos num emprego só porque não queremos admitir que falhamos ou que erramos ao escolhê-lo? Quantos dos nossos sonhos se tornaram verdadeiros obstáculos, mas não temos coragem de admitir? Um corte faz todo apego se tornar automaticamente inútil.

5. Nos faz acreditar menos na solidez da realidade. Ao longo da vida, acumulamos dezenas de identidades (estudante, empregado desta ou daquela empresa etc). Elas se interconectam, se criticam e se anulam constantemente, criando sempre outras. Quando estamos envolvidos com elas, achamos que são extremamente sólidas e duráveis. Um corte nos lembra da biodegradabilidade das coisas.

6. Mostra que as identidades têm prazo de validade. Isso acontece com pessoas físicas e jurídicas. Pense no Netscape, Excite, Alta Vista, Hot Bot, quantas das companhias mais importantes da web sobreviveram? Um corte nos ensina a aprender a aproveitar melhor os ciclos: rir mais quando se está por cima, chorar menos quando se está por baixo.

7. Facilita a criação de períodos sabáticos, viagens etc. Sobretudo se você tiver recebido algum dinheiro de FGTS e coisas assim.

8. Estimula a criatividade para criar novas fontes de renda. Steve Jobs, por exemplo, há alguns anos, foi demitido da própria empresa que criou, a Apple. Em vez de parar, inventou o estúdio de animação Pixar e revolucionou o mercado de entretenimento. Tempos depois, foi convidado para voltar a dirigir sua antiga companhia. Hoje é cultuado como um semi-deus da informática.

9. Abre a mente para outras coisas além do trabalho. Continuando no exemplo de Jobs, foi na época em que ele perdeu o job dele que encontrou uma esposa. Livres das distrações, conseguimos enxergar melhor quem são nossos verdadeiros amigos e valores.

10. A demissão nos libera algum tempo para reciclar a formação, seja por meio de leituras ou cursos.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:
11/02/2008 - 23:19

Além da mesmice dos programas de produtividade

Compartilhe: Twitter

officezilla

Três Coroas, RS – Finalmente um gerenciador de trabalho coletivo que reúne num só programa os melhores recursos de aplicativos como o Basecamp, Thunderbird, Del.icio.us, entre outros. E a boa notícia é que ele é completamente gratuito. O Officezilla é uma das mais poderosas – e simples – ferramentas de colaboração online lançadas recentemente. Traz recursos como calendários, gerenciadores de contato, base de dados, leitor de e-mails (POP), social bookmarking, salas de chat, mensagens de voz, gerenciador de projetos, listas de tarefas, RSS e alertas SMS (celular). Tudo numa interface enxuta e fácil de aprender. Mas, infelizmente, ainda muito parecida com a dos outros softwares do gênero. Nenhuma inovação ou idéia que ajude a facilitar a vida. Como se diz, apenas o arroz-com-feijão bm feito.

kono

Para usuários do Windows, o único aplicativo de produtividade pessoal que conseguiu ir um pouco além da velha cara de website-só-que-mais-chato, é o KonoLive. Ele também traz as principais funcionalidades dos seus concorrentes, mas tudo concentrado numa barra lateral, estilo widget ou MSN. Destaque na mais recente edição da feira Demo 08 (especializada em aplicativos online), os primeiros testes com o programa impressionaram pela flexibilidade e agilidade da sua interface. O produto ainda está em versão beta, mas promete. É o perfeito software que ficaria bom na carta de aquisições do Google para ser integrado ao fraco Google Desktop.

Autor: - Categoria(s): Sem categoria Tags:
Voltar ao topo